E se…

(baseado no “Eterno Retorno” de Nietzsche)

E se lhe fosse dado reviver,
Cada único dia da tua vida,
Se lhe tirasse da escolha o poder,
E fazer das memórias infinitas.

Se for obrigado sentir doer,
As alegrias do primeiro amor,
Se forem imputados os perfumes,
Das lágrimas das angústias e mágoas,

Se quando dormir os sonhos vierem,
E te assombrarem todos os sentidos,
Quando acordares, para e toma nota:

Pois não te valerão os anos vividos,
Se quando vir nos sonhos revivê-los,
Chorares amargamente até o fim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s