Se me fosse permitido…

Se me fosse permitido…
Se me fosse permitido ser outro alguém,
Se fosse permitido escolher outra vida,
Poderia ser uma flor, que assiste o sorriso de quem a recebe,
E os suspiros de quem a observa.
Mas nem mesmo a rosa, em sua ternura,
Entende porque lhe deram espinhos.
Poderia ser uma gota de chuva,
Que num susto elétrico cai de sua nuvem
Para molhar alguém, algo ou nada,
Para ouvir alguns reclamarem,
Mas, bem, há quem agradeça.
Poderia ser um arco-íris,
Que espera um prisma para aparecer,
Aquela chuva de verão
A nostalgia de um sorriso colorido
Que celebra a vida, a água, as cores,
Das pessoas, das matas, das flores,
De tudo que me tira e dá o brilho dos sonhos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s