Ode à sabedoria

Em Respeito à Inspiração
Oh, quão bela é a voz do pensamento!
Ressoa profunda, alegre e cálida,
Canção que envolve todo o momento
E cala os gritos da angústia pálida.
Quão pura é a ideia que surge e apaga
As trevas da caverna crescente,
Que pisou os sonhos, os fez morrer,
Seca os caminhos que a chuva alaga,
E reconstrói os muros da mente;
Cria um novo mundo, faz nascer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s