EGO.

As estrelas piscam para mim,

A lua é meu abajur nas minhas noites narnianas,

O sol gira ao me redor, me faz crescer.

Juro que vi as nuvens escrevendo meu nome,

As nuvens me mostraram meu castelo,

As árvores se inclinaram para me fazer sombra,

As flores teceram meu vestido,

Os animaizinhos foram meus brinquedos.

E o mundo era meu, só meu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s