Acordar de sonhos

Acho uma tremenda maldade quando,
Você estava no espaço sideral,
Ou tinha criado asas para passar pelas nuvens,
Ou quando você mergulhava nos profundos mares sem tubos,
Ou quando você tinha poderes para ler pensamentos,
Quando passava por entre as coisas,
Quando podia mudar o passado,
Quando sabia o futuro,
Quando dormia,
Sonhava,
Shh.

E alguém te acordou.
E você nunca mais lembrou do sonho,
Ou desesperadamente quis voltar pra ele,
Porque a vida não para e nem sempre é o que queremos,
Ou simplesmente não aceitamos histórias sem final,
Mas de tudo que se é permitido,
Viva seus sonhos,
Não os deixe para quando dormir.

Anúncios

Um comentário em “Acordar de sonhos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s