Tentando falar do coração – 2

Eu aqui me questionando onde foi que eu deixei a consciência parar

Nessa loucura que significa encontrar alguém –

Ou seria ser encontrado? –

Mas que nada, nada de nada faz sentido

E isso é um clichê…

De nada somos obrigados

Nem ninguém é

E talvez seja isso que nos mata por dentro

Que nos faz querer gritar por saber o porquê

De certas coisas terem a capacidade de passar por todos

Os verbos de ligação

Ser, estar, parecer, permanecer, continuar e ficar

Sem explicação de um coração que só procura

Saber o porquê que é você.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s