Paz com as palavras

Mas que triste o dia,
Aquela hora ingrata,
Em que você procura
Em vão – não encontra –
As palavras corretas,
Mesmo as erradas,
Qualquer sequência
de emoções expostas,
Com ou sem ritmo,
Ou lógica, ou sentido sequer.
Não conseguir por pra fora
Toda essa angústia vocabular,
Essa náusea linguística,
Para tentar viver em
Paz com as palavras.
image

 

 

 

 

(Imagem: blog Crônicas da vida offline)