Counting Stars

I’m counting the stars since that day

I notticed life is so bigger than me.

 

Look out for the stars

See how they shine as it’s forever.

But know that even stars die

And we still see their light.

 

I’m counting the stars trying to find out

How much is left to be known.

 

Look up at the stars

See what’s the distance 

Between our dreams and the sky,

How strong we have to believe.

 

But i’m still counting the stars thinking

I’ll always remember you.

Anúncios

Acordar de sonhos

Acho uma tremenda maldade quando,
Você estava no espaço sideral,
Ou tinha criado asas para passar pelas nuvens,
Ou quando você mergulhava nos profundos mares sem tubos,
Ou quando você tinha poderes para ler pensamentos,
Quando passava por entre as coisas,
Quando podia mudar o passado,
Quando sabia o futuro,
Quando dormia,
Sonhava,
Shh.

E alguém te acordou.
E você nunca mais lembrou do sonho,
Ou desesperadamente quis voltar pra ele,
Porque a vida não para e nem sempre é o que queremos,
Ou simplesmente não aceitamos histórias sem final,
Mas de tudo que se é permitido,
Viva seus sonhos,
Não os deixe para quando dormir.

Os sonhos

Longe de mim esteja deixar de sonhar
Deixar de ir para o mundo da não realidade
Pois se os sonhos deixar, como então respirar
Se são estes que fazem, sim, a identidade?

Mundo este que afasta todo o reclamar,
Que faz ser inviável a fugacidade,
Mostrando o mundo belo, possível de amar,
Quebra o fútil, inútil, mas não a verdade.

Se podes não sonhar, podes bem não viver,
Por assim escolher, fecha as janelas da alma,
Deixando-a estagnada, prestes a morrer.

Mas se negas os sonhos, não poderás ver,
Estarás preso àquela tão nefasta calma,
Faz perder os sentidos, te faz esconder.